START@ME

A atração e a retenção de jovens de elevado potencial, com espírito de liderança e ambição para abraçar novos desafios são determinantes para preparar o futuro do Grupo Mota-Engil. Com o objetivo de dar resposta ao crescimento sustentado, a Mota-Engil criou em 2009 o Start@ME: Corporate Trainee Program.

O contacto com os diferentes negócios, a aprendizagem de metodologias inovadoras, o networking com pessoas chave, bem como o desenvolvimento de competências em contexto internacional fazem parte do processo de formação e crescimento. Para abraçar este desafio, procuramos atrair, em cada ano, finalistas ou recém-graduados, principalmente, da área de Engenharia.

O Programa tem a duração de um ano e conta já com 7 edições. Em Outubro de 2018 mais de 100 trainees integraram o Grupo em todas as áreas geográficas onde estamos presentes: África, América Latina e Europa.

Temos as candidaturas abertas para a edição de 2021!

Temos as candidaturas abertas para a edição de 2021!

A atração e a retenção de jovens de elevado potencial, com espírito de liderança e ambição para abraçar novos desafios são determinantes para preparar o futuro do Grupo Mota-Engil. Com o objetivo de dar resposta ao crescimento sustentado, a Mota-Engil criou em 2009 o Start@ME: Corporate Trainee Program.

O contacto com os diferentes negócios, a aprendizagem de metodologias inovadoras, o networking com pessoas chave, bem como o desenvolvimento de competências em contexto internacional fazem parte do processo de formação e crescimento. Para abraçar este desafio, procuramos atrair, em cada ano, finalistas ou recém-graduados, principalmente, da área de Engenharia.

O Programa tem a duração de um ano e conta já com 7 edições. Em Outubro de 2018 mais de 100 trainees integraram o Grupo em todas as áreas geográficas onde estamos presentes: África, América Latina e Europa.

Margarida Monteiro

“A minha experiência como trainee do programa Start@ME foi muito positiva e enriquecedora. A nível profissional, foi uma ótima oportunidade para iniciar a minha carreira, num ambiente estimulante e desafiante, contando sempre com o apoio dos meus colegas e também com as diversas equipas que integram o Grupo Mota-Engil.

Esta experiência proporcionou-me não só um grande crescimento profissional, mas também pessoal. Começar este desafio num contexto tão diferente do que estamos habituados tornou a experiência mais difícil mas também recompensadora, uma vez que permitiu conhecer tão de perto uma nova cultura e desenvolver a minha capacidade de adaptação.”

@Irlanda

John Bosco Kaye

“As grandes ideias aplicadas à prática na construção do Kampala Northern Bypass representam um passo gigante na minha carreira e no desenvolvimento dos meus conhecimentos de engenharia. Sou envolvido em temas inovadores e lido com pessoas de diferentes culturas: os locais mas também aqueles que estão mais habituados à vida ocidental.

O Start@ME fez com que me sentisse ainda mais entusiasmado no inicio da minha profissão como engenheiro.

Sou muito grato pela oportunidade e podem contar comigo com toda a certeza.”

@Uganda

Marta Cunha

“Estes meses foram uma viagem com altos e baixos. Como tudo na vida, nada é perfeito e esta experiência teve momentos difíceis. Mas ver-me crescer todos os dias foi das melhores sensações que tive. Cresci muito a nível pessoal, mas a nível profissional tive uma evolução que nunca esperei ter em tão pouco tempo. Viver constantemente sobre pressão e stress é difícil, mas é nestas alturas que aprendemos mais e melhor.

Foi uma oportunidade única na vida, que voltaria a repetir por muito motivos. As pessoas que conheci, as diferentes culturas que vi, as experiências que vivi, tudo valeu muito a pena! Este ano passou a voar, mas também parece que durou uma eternidade. Foi o ano mais diferente que vivi na minha vida, mas também um dos melhores e por isso estou muito grata pela oportunidade.”

@Moçambique

Bryan Gil

“No Peru, onde grande parte da economia nacional é impulsionada pela mineração, trabalhar neste setor é um grande desafio e uma experiência muito enriquecedora. Fazer parte do programa Start@ME permitiu o meu desenvolvimento pessoal e profissional durante o ano de estágio, atingindo os objetivos definidos individualmente e em equipa.

Este programa ajudou-me a ter uma visão geral de como o Grupo funciona. Agora sinto-me preparado para tomar decisões que abrangeram diferentes áreas, tendo em conta o progresso e benefícios esperados para o projeto, cuidando do meio ambiente, dos colaboradores, das comunidades envolventes e sem esquecer o relacionamento com os clientes.

Por isso, quero continuar a fazer parte desta empresa de sucesso para crescer como profissional e contribuir para o desenvolvimento do meu pais!”

@Peru